quinta-feira, 19 de maio de 2011

Vascão amarga empate

O Vasco precisava fazer um bom resultado em São Januário. Foi pra cima, tentou impor o seu estilo, teve à bola por mais tempo, finalizou quase o dobro de vezes. Mas empatou por 1 a 1 com o Avaí. O resultado só não foi pior, porque o árbitro Wilson Luis Seneme marcou um pênalti ridículo, após Elton mergulhar na área.

Apesar do domínio, o Vasco não conseguia criar muitas oportunidades de gol, porque pecava no último passe. Felipe errou vários em sequência. O Avaí avançava para pressionar a saída de bola, e deixava muito espaço nas costas dos volantes, mas a equipe Cruz-maltina pouco soube aproveitar.

O Gigante da Colina atuou no 4-3-2-1 e o Leão da Ilha foi no 3-5-2. Diego Souza não fez o homem de ligação, jogou bem aberto pela esquerda e o Eder Luís fez o mesmo à direita. Com isso, Alecsandro ficou isolado na frente.

Logo a marcação encaixou, o jogo ficou mais estudado, quando à bola pingava na área sempre tinha um corpo ou um pé que salvava. Enquanto os atacantes do Vasco não se acertavam, o Avaí tinha uma ótima válvula de escape, o ala esquerda Julinho.


Esse rapaz deu tanto trabalho, que o técnico Ricardo Gomes colocou o Eder Luis pra jogar em cima dele, no início do 2o tempo. Com isso, Julinho sumiu. Essa não foi à única mudança, o Vascão passou a jogar no 4-2-2-2. Felipe e Diego Souza formavam os 2 homens do meio-campo. E numa tabelinha entre eles, aos 9min, Diego Souza finalizou com perigo levantando massa Cruz-maltina.

A partida seguiu brigada, com oportunidades para os 2 lados, Renan aos 17min, e Fernando Prass aos 23min, fizeram defesas fundamentais.

Aos 24min, Bernardo entrou no lugar de Eder Luís, devido a essa alteração, o ala Julinho ficou livre para subir ao ataque. Ele precisou de pouco mais de 10min, para receber na esquerda, enganar o zagueiro e colocar à bola no fundo das redes do Vasco. O Leão da Ilha estava obtendo um grande resultado fora de casa.


Mas o Gigante da Colina não desistiu, foi para o abafa e se envolveu em 2 lances polêmicos. Duas penalidades, o juiz ignorou a 1o e assinalou a 2o, Diego Souza bateu com personalidade e salvou a lavoura. No 1o o goleiro Renan toca à bola e depois ocorre o contato com Ramon, no 2o Elton mergulhou ao sentir a mão do adversário no seu ombro.

Foi um jogo equilibrado e o empate ficou de bom tamanho. Na próxima semana, mais do mesmo no estádio da Ressacada.

Imagem: Terra.com

0 comentários:

Postar um comentário