quinta-feira, 24 de março de 2011

A esperança é tricolor


Para quem esperava estádio lotado, atmosfera decisiva, pressão e intimidação sob os amarelos do México. Ficou com cara de tacho.

O que se viu foram pouco mais de 11 mil tricolores, concentrados numa parcela do estádio. Tentando apoiar jogadores preocupados, desconfiados e cabisbaixos.

Muita vontade de ambos os lados, mas os erros sucessivos levavam ao nada.

Após o balão, Ricardo levanta voo, abraça a bola, mas após o imponderável, cai sem ela, vagabunda cai na frente de Suarez, que espeta, 1 a 0 México.

Nem deu tempo do Fluzão desesperar, pois o ímpeto desordenado cruzou para o Gum marcar, após Navarrete coisa alguma conseguir achar. Nesses momentos a ajuda de todos os santos é válida.

O aglomerado pó de arroz grita, chama, inflama e vibra. O time responde, pressiona, sufoca, mas não dá liga. Passes longos, oferecidos, erros sucessivos, tudo porque a aproximação não existe.

Domínio branco, verde e grená improdutivo.

Na troca de lado, à bola encontra Fred que pega, dribla e bate, mas dessa vez Navarrete descobre o mistério.

Uma baixa entre os guerreiros fez entrar Deco, que até então, não fazia.

Mas quando a fase é ruim, o árbitro atrapalha, ajuda, se desculpa e sorri.

O cruzamento iludido cai no fundo da meta tricolor, como gol contra não tem mãe, o estádio se cala em pavor.

O América-MEX podia ter matado, mas após passe inebriante do Deco, Araújo testou no canto paralisando e envenenando Navarrete.

O tricolor não para, a massa vem junto, o chute rente à trave e o drama vira espetáculo.

Um lançamento aos 42, dois desvios, Deco majestosamente encobre Navarrete, que ainda sob efeito do veneno, assiste a bola cair no seu costado, 3 a 2 Brasil.

Pernas agradecem de joelhos, o homem de preto finaliza, a esperança se renova, e o Fluminense respira.

Imagem:Terra.com.br

FICHA TÉCNICA

Fluminense 3 x 2 América-MEX

Gols
 

Fluminense: Gum, aos 20min do 1º tempo; Araújo, aos 34min, e Deco, aos 41min do 2º tempo
América:
Vicente Sánchez, aos 14min do 1º tempo e aos 26min do 2º tempo

Fluminense
Ricardo Berna; Mariano (Deco), Gum, Digão e Júlio César (Araújo); Diguinho, Valencia, Souza e Conca; Emerson (Rafael Moura) e Fred.Técnico: Enderson Moreira

América
Navarrete; Layún, Valenzuela, Cervantes e Rojas; Pardo; Rosinei (Márquez), Nico Olivera (Reyna) e Montenegro; Vicente Sánchez e Vuoso (Esqueda).Técnico: Carlos Reinoso

Cartões amarelos
 

Fluminense: Gum e Fred
América:
Nico Olivera, Rojas e Pardo

Árbitro
Antonio Arias (PAR)

Local
Estádio do Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

0 comentários:

Postar um comentário