terça-feira, 22 de junho de 2010

A Rir

Para quem estava carente de bola na rede finalmente, o jogo Coréia do Norte e Portugal acabou com a seca. A partida terminou com o placar de 7 x 0 para os portugueses e se tornou o maior placar do país em copas do mundo. Então vamos dançar o vira oh pá!

Entretanto você pode se perguntar "Coréia do N. é o mesmo adversário que a seleção Brasileira penou para vencer". Mas não se engane, pois a postura dos Coreanos contra o Brasil foi diferente. Para os Norte Coreanos havia três ingredientes fundamentais no duelo contra Portugal. O jogo tinha caráter de vingança pela derrota de 1966 para os Portugueses. Seria exibido na Coréia do Norte, além de ser decisivo para permanência do país na copa.

Um jogo franco, lá e cá, e várias oportunidades perdidas de ambos os lados. Era susto e arrepio, pois a Coréia sai com o peito desprotegido. A armadilha, o cair, e toda vez que se levantar será ferido. Portugal faz um, dois, três, quatro e assim sucessivamente. É essa vaca Coreana virou carne assada no segundo tempo. Talvez seja o ultimo jogo que passe por lá, pois um vexame desse deixa o ditador Kim Jong-il irado.

Mas quem esteve a rir foi Cristiano Ronaldo, pois acabou com o jejum de gols que incomodava. Porém durante a maior parte do jogo Ronaldo esteve sisudo, descontente e evitando o balé ardente. Nem quando deu um passe para gol sorriu. Contudo a bola dividida subiu, roçou na nuca, pipocou, sumiu e rolou pro gol. Fala Cristiano Ronaldo "Foi um golo engraçado, depois de mandar à barra pensei que já não ia ser hoje. Deus nunca dorme, sabe quem merece". Deus do futebol que brinca, pinta e presenteia o talento.

Getty Imagem

0 comentários:

Postar um comentário