domingo, 3 de abril de 2011

Fla vence, mas não convence




No último sábado, o Flamengo venceu o Duque de Caxias por 2 a 0, no estádio Engenhão (Rj), em jogo válido pela 6a rodada da Taça Rio. Após três empates consecutivos, o time comando por Vanderlei Luxemburgo, voltou ao caminho das vitórias, e lidera provisoriamente o grupo A. Mesmo com o resultado positivo, o time foi vaiado, por causa da fraca exibição.

A partida

O Flamengo teve maior volume de jogo, no primeiro tempo, e criou as melhores oportunidades.
Ronaldinho se destacou, cobrando faltas, escanteios, dando passes e entrando na área para finalizar. Assumindo o papel de maestro, participou em pelo menos seis jogadas de perigo.

Thiago
Neves apareceu bastante, fintando, tabelando e arrematando. Dava pra ver nos olhos a fome e vontade de gol.

O Duque de Caxias só não abriu o placar, porque não tinha um armador clássico. Faltou aquele jogador do último passe. Com tudo isso, criou perigo em alguns contra ataques.

Vaias para Alvim e zunzunzum para
Welinton

Rodrigo Alvim foi vaiado pela torcida rubro-negra, vaias que aumentaram, quando o lateral deixou o gramado para a entrada de Diego Maurício.

Quando
Welinton tocava na bola, dentro ou perto da área, havia um zunzunzum no estádio, isso é devido aos erros nos últimos jogos.

Deivid
recebe nova oportunidade

Wanderley saiu, para dá lugar a Deivid. O camisa 9 teve duas oportunidades. Após o rebote do goleiro, visivelmente mais magro, acabou concluindo mal. Na segunda, bateu de primeira, mas à pelota saiu à direita.

A Troca de lado

No segundo tempo, a Águia da baixada, apertou a marcação, criou duas chances, mas não alterou o placar.

R. Gaúcho bateu córner, desvio na primeira trave, à redondinha caiu nos pés de T. Neves, que isolou.


Renato resolve

Após troca de passes, que começou na meia-direita, e foi invertida para o lado esquerdo, Renato ajeitou, chutou, e colocou lá onde o povo gosta, no fundo da rede.

Renato estava numa noite iluminada, tanto que após fazer um cruzamento despretensioso, foi agraciado com um toque de Hamilton, que marcou contra.

Falta aproximação

O
Fla ainda peca em vários setores, neste jogo, faltou uma maior aproximação dos atletas rubro-negros. Era notório, que quando um jogador era cercado por dois ou três jogadores, a ajuda demorava a chegar, e isso facilitava a marcação do Duque de Caxias.

Imagem: globo.com


Ficha Técnica


Duque de Caxias 0 x 2 Flamengo

Gols:

Flamengo: Renato, aos 28min, e Hamilton (contra), aos 44min do segundo tempo

Duque de Caxias: Fernando; Ari, Vitor, Genílson (Lucão) e Hamilton; Jougle, Juninho, Lenílson e John (Gilcimar); Geovane Maranhão (Gerônimo) e Somália. Técnico: Waldemar Lemos

Flamengo: Felipe; Leonardo Moura, Welinton, David e Rodrigo Alvim (Diego Maurício); Maldonado, Willians, Renato Abreu e Thiago Neves (Fierro); Ronaldinho e Wanderley (Deivid). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cartões amarelos
Duque de Caxias: Vitor, Juninho, Lenílson e Hamilton
Flamengo: Willians

Árbitro
Lenilton Gomes Júnior

Renda/Público
R$ 199.210,00/9.127 pagantes

Local
Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

0 comentários:

Postar um comentário